Deus e as decisões




“Confia ao Senhor as tuas obras, e teus pensamentos serão estabelecidos.” (Provérbios 16:3)

Quem nunca teve insegurança e medo? A preocupação com tudo o que precisamos fazer e com o que nos acontecerá no futuro, parece tortura. Sabemos bem do turbilhão de pensamentos que vem na cabeça de um jovem. São tantas decisões a serem tomadas, tanto no campo profissional, quanto sentimental.

A decisão para o universo profissional na vida de um jovem é muito importante para sua formação no meio social em que vai se inserir, portanto, quanto mais cedo decidir qual carreira ou área que irá atuar, melhor é para seu amadurecimento profissional.

Muitos jovens já vieram até mim, pedindo oração, desejando uma porta aberta. Quando lhes pergunto: “qual a sua área de atuação?” Fico surpreso, pois muitos pararam de estudar, não concluíram o ensino médio, não possuem curso técnico, outros nem tiraram os documentos pessoais.

Um jovem cristão não pode ser assim, ele deve colocar seus projetos nos pés do Senhor, orar, mas também é necessário se esforçar e caminhar em direção aos seus objetivos.

Procure fazer o que realmente gosta, não seja levado por pressões externas (família ou amigos), mas decida em oração, peça ao Senhor que direcione a sua vida. Ocupe seu tempo, em adquirir conhecimento, estude e profissionalize-se. Contudo, não se esqueça de suas ocupações como cristão: oração, leitura da Bíblia, congregar e estar em comunhão com Deus e a igreja.

A vida sentimental é outra área séria em nossa vida, e nessa não podemos errar. Lembra a preocupação de Abraão com o casamento de seu filho? Ele ordena Eliezer buscar uma noiva para Isaque. Pois assim como Abraão, o nosso Deus se preocupa também com nossa decisão no campo sentimental. No entanto, o Senhor não irá descer com fogo e dizer: “case com esse ou essa”.

Você pode até estar pensando: “Como saber então Pastor, se meu namoro ou noivado é de Deus?” Em Gênesis 24.14, Eliezer estabelece regras que para ele seria um sinal de Deus. Nota-se que Rebeca preencheu todos os requisitos estabelecidos por Eliezer.

Da mesma maneira, se a pessoa com quem pretende se casar não se adapta ou preenche os requisitos cristãos, são avisos de Deus para você. Quando há desentendimento, dificuldade de compreensão são sinais claros que não se deve prosseguir com este namoro ou noivado.

Finalizo com o seguinte conselho: Não compare sua vida com a de outro, você é único e Deus tem uma história única para você. Não pense, “fulano casou e eu estou ficando pra trás”. Deus tem algo lindo a sua espera, prossiga em frente, olhando para aquele que de você tem cuidado. Busque sempre a direção de Deus em tudo que você deseja realizar nesta vida. E lembre-se: O coração do homem planeja o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos. (Provérbios 16:9).

Pastor Jeferson Henrique